Friday, July 1, 2011

Novo Renault Sandero com câmbio automático

O Novo Sandero Privilège 1.6 16V Hi-Flex vem equipado com câmbio automático com opção de troca sequencial de marcha.

“Este lançamento vai ao encontro da proposta da Renault: pensar nas pessoas e suas necessidades antes de produzir um automóvel. O Sandero é um sucesso comercial desde o seu lançamento e agora oferece esta mais opção para o consumidor”, afirma Jean-Michel Jalinier, Presidente da Renault do Brasil.

O câmbio automático de quatro marchas, com opção de troca seqüencial, está disponível na versão topo de linha, batizada de Privilège, equipada com o motor 1.6 16V Hi-Flex. Vale ressaltar que as versões Expression e Privilège com caixa de câmbio manual contam com motor 1.6 8V Hi-Torque.

A escolha do motor 1.6 16V Hi-Flex para trabalhar em conjunto com a caixa automática que equipará o Novo Sandero deve-se a sua adaptabilidade, performance e baixo consumo de combustível. O propulsor desenvolve a potência máxima de 112 cv com etanol e 107 cv com gasolina.

O Novo Sandero Privilège 1.6 16V Hi-Flex com câmbio automático terá preço sugerido a partir de R$ 43.900,00, enquanto a versão manual, equipada com motor 1.6 8V Hi-Torque, é comercializada a partir de R$ 40.400,00.

O equipamento é auto-adaptável, ou seja, modela-se ao estilo de condução do motorista. A caixa automática do Novo Sandero dispõe de nove programas diferentes, que vão desde uma condução mais suave até uma performance mais esportiva.

Esta caixa de câmbio automático possui uma central eletrônica "inteligente", que avalia, a todo instante, qual a melhor marcha para determinada situação ou o melhor momento para a troca de marchas, em função do estilo de condução do motorista.

O câmbio automático do Novo Sandero conta com a função “Kick down”. Acionada quando o motorista pisa até o fim e de forma rápida o pedal do acelerador, a central eletrônica avalia e realiza a redução de uma ou duas marchas, conforme dos dados avaliados por ela. Essa operação melhora a aceleração disponível, como, por exemplo, na realização de ultrapassagens.

O câmbio automático do Novo Sandero possui a opção de troca seqüencial de marchas. Para isso, basta mudar lateralmente a posição da alavanca. Desta maneira, as machas podem ser passadas com leves toques: para cima (aumenta a marcha) e para baixo (redução de marchas).

O câmbio conta ainda com recurso de condução em pisos de baixa aderência, acionado por um botão localizado na alavanca. Com a marcha selecionada em Drive (D), este dispositivo permite que o veículo saia da imobilidade em 2ª marcha ao invés de 1ª marcha, permitindo uma melhor adequação do torque disponível na roda, evitando, desse modo, que o veículo patine ao trafegar por um terreno escorregadio, como lama ou grama molhada.

O câmbio automático do Novo Renault Sandero também incorpora importantes dispositivos de segurança. A partida do carro ocorre apenas com a alavanca de câmbio nas posições P (Park) ou N (Neutro), ainda assim com o pedal do freio pressionado. Já a seleção das marchas D (Drive) ou R (Ré) deve ser feita exclusivamente com o veículo parado e o pedal de freio acionado.


Fonte Renault

Ford Ka 2012 chega em agosto

O Ford Ka 2012 chega � s lojas em agosto, e traz um novo visual e nova versão Sport.

A principal modificação fica por parte da dianteira que teve farol e para-choque redesenhado, frisos nas laterais, novas rodas e calotas e pisca opcional nos retrovisores.

No interior os bancos tem novos revestimentos, as saídas de ar são na cor prata e o painel tem novo desenho.

O motos continuam os mesmos 1.0 e 1.6 flex . O motor 1.6 vem somente na versão Sport que alem do motor vem com faixas decorativas, rodas aro 15 e a cor Laranja Ibiza.



Renault Master 2012

A Renault apresenta a linha 2012 da gama de veículos utilitários Renault Master com a ampliação da lista de equipamentos de série, que, a partir de agora, incluirá o trio elétrico (vidros, travas das portas e espelhos retrovisores).

Outra novidade está na linha de veículos transformados desenvolvidos a partir do modelo Renault Master, que conta com mais um integrante. Trata-se do Master Minibus L3H2* (chassi longo e teto alto) Executivo, destinado, principalmente, a atender � s necessidades e exigências específicas do segmento de transporte urbano.

“O segmento de comerciais leves ganha cada vez mais importância na estratégia de expansão da Renault no mercado nacional, por isso estamos investindo em uma linha de veículos utilitários que tem na versatilidade, robustez e baixo custo de manutenção as suas principais características”, destaca o Vice-Presidente Comercial da Renault do Brasil, Gustavo Schmidt.

O Pack Climatização tiveram redução no preçoe e inclui ar condicionado dianteiro e traseiro, passa de R$ 9.300 para R$ 8.700. O Pack Segurança, composto de freios ABS e airbag duplo, cai de R$ 4.300 para R$ 2.900.

Renault Master passa a contar com mais uma opção: o Master Minibus L3H2 Executivo. Voltado principalmente para o segmento de transporte de passageiros Executivo ou Urbano. Ele conta com duas versões: com bancos fixos revestidos de curvim automotivo ou com bancos reclináveis com revestimento misto


Fonte Renault

2012 nissan juke crossover car wallpapers

2012 nissan juke crossover car wallpapers

Thursday, June 30, 2011

A história do Chevrolet Opala

Em 1966 a GM lança o projeto do primeiro carro brasileiro com a marca Chevrolet, "OPALA". O nome é dado pela fusão de dois produtos da GM no exterior (Opel e Impala).

Após dois anos de expectativa, o Chevrolet Opala é finalmente apresentado ao público brasileiro, no Salão do Automóvel em 1968, precisamente aos vinte dias do mês de novembro. Ele chega em quatro versões, todos quatro portas - Opala com 4 e 6 cilindros e Opala De Luxo também 4 e 6 cilindros, todos excepcionalmente confortáveis para seis pessoas, bancos dianteiros inteiriços, câmbio de três velocidades � frente com alavanca na coluna de direção, painel com poucos instrumentos, amplo porta malas e boa dirigibilidade.

No ano de 1971 surge o Opala cupê, não possuía colunas laterais, o teto puxado para trás e perfil alongado, assim representava uma imagem mais esportiva, de carros compactos. Em seguida desapareceu a versão SS quatro portas, pois pelo aspecto esportivo era favorável sua apresentação em duas portas.

Como opção permanente era oferecido dois tipos de caixa de mudanças: Três velocidades e alavanca na direção, ou quatro velocidades e alavanca no assoalho, onde a segunda opção oferecia maior agilidade, economia de combustível e melhor desempenho, especialmente para os modelos quatro cilindros.

Foi em 1973 que toda linha Opala sofre as primeiras modificações. A que obteve maior resultado foi a da mecânica do 4 cilindros: aumentou-se o diâmetro dos cilindros e reduziu o curso dos pistões. Esse motor recebeu o nome de 151 e apesar da pequena alteração da cilindrada (2474cc), houve um considerável aumento de potência. Também foi introduzido o sistema de transmissão automática, sendo opcional para 6 cilindros, e em 1974 se estendia para os veículos 4 cilindros.

Somente em 1975, o Chevrolet Opala sofre a maior modificação no seu estilo, foram redesenhadas as partes traseiras e dianteiras. O capô recebeu um ressalto central e, para maior segurança, redondos encaixavam-se em molduras quadradas; as lanternas dianteiras foram instaladas na ponta dos pára-lamas; a grade dianteira, pintada em preto fosco, agora apresentava dois frisos horizontais. Instalados na parte traseira, quatro lanternas redondas, as duas internas funcionavam apenas como refletores e seu centro branco como luz de ré. A parte interior também sofreu modificações estilísticas.

A Família continuava a crescer: a perua Caravan chegava ao mercado em 1975. Um projeto iniciado em 1971, apresentado em uma única versão 4 cilindros, a perua Caravan, podia receber opcionais como motor 6 cilindros, transmissão automática, câmbio três ou quatro marchas, direção hidráulica ou outros, � escolha do comprador. Lançou-se simultaneamente, nas versões cupê e quatro portas, o Chevrolet Comodoro que substituiria o Gran Luxo. Intitulado como o carro de maior status da linha, normalmente vinha equipado com motor 6 cilindros de 4.100cc, 184 cv de potência e 4000rpm, carburador de duplo corpo, transmissão manual de quatro marchas (ou automática) e direção hidráulica.

A GMB lançou um carro especial: O cupê 250S, um carro com maior desempenho que satisfez os compradores de modelos esportivos. Sua maior diferença era a preparação efetuada no motor de 6 cilindros, que tinha a relação de compressão aumentada para 8,0:1, comando de válvulas trabalhado e carburação dupla. A potência passou a ser de 153 cv, superior a antiga, desse modo o Opala 250S obtinha a aceleração de 0 a 100Km/h em apenas 10s.

Surgi o Opala em versão básica em duas ou quatro portas de motor 4 cilindros, substituindo os modelos Especial e De Luxo que saia do mercado. O modelo básico estava preparado para aceitar transformações com diferentes opcionais: motor de seis cilindros ou 250S; câmbio de três ou quatro marchas, manual ou automático; e direção hidráulica entre outras modificações. Assim a partir de um modelo básico era possível obter qualquer modelo da linha, desde o antigo Especial até o modelo Comodoro.

Em 1975 os veículos foram equipados ainda com freio a disco nas rodas dianteiras, duplo circuito hidráulico, câmbio de três velocidades na coluna da direção e barra estabilizadora traseira. A mecânica era encontrada em quatro versões: Motor 151básico (4 cilindros, 2474 cc e 90cv); Motor 151 S (4 cilindros, 2474 cc e 98 cv); 250 (6 cilindros, 4098 cc e 148 cv) e 250 S (6 cilindros, 4098 cc e 153 cv).

Manteve-se a produção da linha esportiva mais simples - SS 4 cilindros com motor 151S e SS 6 cilindros com mecânica opcional do 250S, lançado em 1976 para se eternizar na mente dos apaixonados.

Em 1978, apesar de poucas mudanças na linha, a Caravan também ganhou sua versão SS.
Em 1980 é lançado o Diplomata, top de linha, que contava entre outros com direção servo-assistida e condicionador de ar, como item de série. O Diplomata conquista preferência executiva para aqueles que procuravam total conforto sobre rodas.
No ano de 1981, a linha sofre modificações interiores - volante inovado e painel mais atual. Em seguida lança-se a série Silver Star. No ano de 1983 o câmbio de 5 marchas entra no mercado.

As modificações ganham maior impacto deixando o Diplomata com aspecto mais agressivo - 1985. A estética externa do Diplomata ganha largas molduras laterais e faróis auxiliares de longo alcance. Internamente, instrumentos com novo designer e a evolução elétrica para controles dos vidros e retrovisores.

A nova frente, com faróis trapezoidais e lanternas traseiras por toda a largura do veículo é introduzido nos modelos fabricados em 1988, por dentro o volante de três raios escamoteável em sete posições e opcionais inéditos com alarme sonoro para lanternas e faróis quando ligados, controle temporizado dos faróis e luz interna, vidros elétricos com temporizador e ar condicionado com extensão para o banco traseiro (Para o Diplomata SE estes itens eram de série).

O potente motor 250S a gasolina, somente era oferecido sob encomenda e foi substituído por um modelo alemão, câmbio automático de quatro marchas e bloqueio do conversor de torque. A fabricação do fenômeno da industria automobilística é encerrada. O último Opala é fabricado, no dia 16 de abril de 1992, saindo de linha a mais poderosa produção de conforto, durabilidade e potência, motivo evidente que deixa até hoje milhares de admiradores, que mesmo após 13 anos o consideram "O Imbatível".

Texto: Sérgio Luiz - Presidente do Opala Clube de São José dos Campos

Fonte

Drift com uma BMW M1 em cima de um prédio

A proeza foi realizada em Los Angeles no heliporto de um prédio:

Wednesday, June 29, 2011

Chevrolet Camaro 2012 edição Transformers 3

A General Motors aproveita o embalo do filme Transformers 3 e lança o Camaro Bumblebee.

O Camaro Transformers Special Edition estará disponível para os norte americanos como um pacote para as versões 2LT e 2SS, com pintura e carroceria do Bumblebee, amarelo com listas em pretas. As rodas de 20 polegadas, em preto, e o logotipo dos AutoBots nas rodas.

No interior, os bancos são em couro preto e com costura amarela, cores também presentes no painel, console central e apoio para o braço, onde também esta o logo dos Autobots.

Na versão 2LT vem com motor 3.6 V6 de 312 cv. Na versão 2SS vem o motor 6.3 V8 de 426 cv.

As encomendas podem ser feitas a partir de Julho. Os primeiros serão entregues em Setembro.


Nova Ranger puxando Locomotiva

A nova geração da Ford Ranger, atração do Salão de Buenos Aires, aberto para o público esta semana (até o dia 26), também é a estrela de um dos vídeos de maior sucesso no YouTube. A picape Ranger, com novo motor 3.2 diesel de cinco cilindros e torque de 470 Nm, aparece rebocando uma locomotiva histórica de 160 toneladas em Victoria, na Austrália. O veículo não sofreu nenhuma modificação para encarar esse desafio.


Uma das picapes médias preferidas em todo o mundo nos últimos 20 anos, a Ford Ranger terá uma nova geração que oferece ainda mais capacidade e desempenho. Além do design moderno, imponente e musculoso, de estilo Kinetic, suas novidades incluem o chassi, as suspensões dianteira e traseira e o sistema de direção, combinados com novas tecnologias inteligentes da Ford.

A nova família de motores entrega ainda mais potência, economia de combustível e capacidade de carga e reboque. É o que o vídeo no YouTube mostra de forma simples e transparente, um desempenho realmente espetacular que só vendo para acreditar.

A cabine da Nova Ranger oferece também um padrão de espaço, silêncio, conforto e tecnologia embarcada que representa um salto de qualidade na categoria. O veículo é um exemplo da nova estratégia de plataformas globais da Ford, reunindo a experiência e os recursos de desenvolvimento da marca em todo o mundo para oferecer um produto único e destinado a ser o melhor da classe em todas as regiões.

Fonte Ford

Tuesday, June 28, 2011

Veja o quase acidente no Rali da Acrópole

O piloto Mikko Hirvonen escapou a um acidente no Rali da Acrópole por pouco, muito pouco.

Monday, June 27, 2011

Dança da motinho

A situação não era para ser engraçada, mas não dá para segurar, após um acidente em um campeonato francês de motovelocidade. Onde duas motos envolvidas em um acidente ficaram grudadas e começaram a girar. Veja como foi a ocidente no vídeo abaixo:

Sunday, June 26, 2011

New style car


ADVERTISEMENTS







New style carNew style carNew style car

Post Title New style car
ADVERTISEMENTS


Best Modified Cars in world


ADVERTISEMENTS







Best Modified CarsBest Modified CarsBest Modified CarsBest Modified CarsBest Modified CarsBest Modified Cars

Post Title Best Modified Cars in world
ADVERTISEMENTS


bmw concept x6


ADVERTISEMENTS







bmw concept x6bmw concept x6

Post Title bmw concept x6
ADVERTISEMENTS


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Follow by Email

Pages

Total Pageviews